Como montar um programa de inovação corporativa eficaz?

Por

Innoscience

dia de de

A sistematização da inovação tem sido o caminho preferido das empresas que pretendem obter melhores resultados de suas iniciativas inovadoras. Uma pesquisa que realizamos mostrou que as empresas que formalizam seu processo de inovação (como identificar necessidades, gerar ideias, refinar conceitos e monetizar projetos) apresentam melhor desempenho.

Ao assessorar clientes na área de gestão da inovação corporativa em busca de alta performance temos a possibilidade de contribuir com grandes empresas, nacionais ou multinacionais, reconhecidas por sua capacidade de inovação. Em função disso, aprendemos com uma enorme abrangência de iniciativas sobre como melhorar o desempenho da inovação.

Um dos temas centrais desse aprendizado é sobre como estruturar programas de inovação corporativa. Programas de inovação são formas de organizar ideias, conduzir recursos, engajar pessoas, incentivar comportamentos e obter resultados. Auxiliamos clientes em diferentes formatos. Presenciais, temporários, para gerar ou refinar ideias, junto a clientes ou funcionários.

A experiência ao longo dos últimos 10 anos, nos permitiu identificar 6 variáveis que devem ser configuradas na hora de montar um programa de inovação. A combinação dessas alternativas apresenta um conjunto de possibilidades que precisa a ser adequado a necessidade, estratégia e objetivos de inovação de cada empresa.

Para tanto, apresentamos os diferentes formatos e como sua empresa pode organizar a montagem de seu programa.Assuma-a-cultura-da-inovacao

Incrementais, radicais, produto e modelos de negócio

Determinados programas estão focados em inovações incrementais, evoluções dos produtos e soluções existentes. Há, também, aqueles que priorizam a geração de inovações radicais que podem transformar significativamente a realidade da empresa. Além da intensidade da inovação os programas podem destinar-se a diferentes tipos de inovações. O programa Fábrica de Ideias da 3M http://www.3minovacao.com.br/interativo/fabrica-de-ideias/, nesse momento, está em busca de soluções para o mundo automotivo enquanto que o programa Starbucks Idea destina-se a inovações no café, atendimento e experiência do consumidor.

Fases da cadeia de valor

Trabalhamos com programas que enfocam diferentes fases da cadeia de valor da inovação. Empresas como Natura e Dow utilizam mecanismos como Innocentive (www.innocentive.com) e Battle of Concepts (www.battleofconcepts.com.br) , brokers de inovação, para gerar novas ideias. A 3M, por exemplo, tem o programa Test Drive http://www.3minovacao.com.br/test-drive/ que disponibiliza protótipos para os usuários do portal 3M Inovação testarem e darem feedbacks. Gerar ou refinar ideias são propósitos distintos que devem ser adequados as necessidades de cada empresa.

Funcionários, clientes, fornecedores, universidade….

Outra variável crítica dos programas de inovação envolve o publico alvo a ser engajado. Originalmente os programas de inovação destinaram-se ao público interno, os funcionários da empresa. Nos últimos anos, houve incremento do engajamento de clientes em tais iniciativas. Além disso, empresas de alta tecnologia passaram a colaborar com universidades e institutos de pesquisa como o Desafio Universitário Camargo Correa www.construtoracamargocorrea.com/desafio recentemente lançado. Algumas empresas tem articulado a participação de fornecedores em seus programas de inovação.

On e off-line

De acordo com o objetivo, fase da cadeia de valor e público a ser engajado pode-se escolher qual o melhor canal a ser utilizado. Durante anos as empresas utilizaram caixas de sugestões para coletar ideias. Complementarmente, difundiu-se a ideia de realização de eventos de inovação presenciais com técnicas de brainstorming para aplicação em pequenos ou grandes grupos. O Boticário em seus “Dias de Inovação” reunia entre 100 e 150 pessoas para debater um tema e realizar brainstormings coletivos. Mais recentemente, com a internet e difusão das redes sociais, consolidou-se o uso de tecnologias de colaboração para realização de programas online, baseados na web, como os innovation jams da IBM, o Dell Ideastorm http://www.ideastorm.com ou o Cisco I-prize http://www.cisco.com/web/solutions/iprize/index.html .

Contínuo x Temporário

Em relação ao tempo, também identificamos dois tipos de programas. As campanhas são eventos temporários com agenda determinada, inicio meio e fim como as iniciativas que a Zoetis, farmacêutica de saúde animal spin-off da Pfizer, tem desenvolvido no Brasil. Os programas contínuos são iniciativas permanentemente abertas para submissão e avaliação sem um cronograma definido como faz a Artecola.

Registro x Submissão

Além de envolverem diferentes fases da cadeia de valor da inovação e utilizarem distintos canais, os programas de inovação tem sido desenvolvidos com dois escopos complementares: registo ou avaliação. Os programas de submissão focam na proposição, avaliação e encaminhamento de ideias que ainda não focam desenvolvidas e implementadas. Os programas de registro tratam de cadastrar, compartilhar e recompensar ideias já implementadas com sucesso como o caso da ThyssenKrupp Elevadores.

Para organizar seu programa de inovação é importante compreender qual o papel da inovação na estratégia da empresa e como o programa pretende contribuir com essa estratégia. Definimos 5 perguntas-chave que organizam, na sequencia correta cada tema crítico.

  1. Qual o tipo de inovação a priorizar? Incrementais, radicais, produtos, processos?
  2. Qual o objetivo do programa? Gerar, refinar ou testar ideias?
  3. Qual o público alvo pode melhor contribuir com tal desafio? Clientes, funcionários, universidades ou fornecedores?
  4. Qual o canal mais adequado para engajar o público alvo? Online, off-line?
  5. Qual o modelo do programa? Campanha ou contínuo? Registro ou submissão?

Os diferentes tipos de programas que apresentamos servem, assim como as perguntas acima, como guia para desenho do seu programa de inovação. A ordem das perguntas guarda a lógica de quais temas devem ser endereçados primeiro.

Abordar a inovação de forma sistemática traz melhores resultados. Os programas de inovação são um dos meios mais eficientes de tal abordagem. Dominar a capacidade de desenhar iniciativas aderentes a sua necessidade pode distinguir líderes de seguidores.

Até a próxima inovação!

Maximiliano Selistre Carlomagno

COMPARTILHE ESTE CONTEÚDO:

SOBRE O AUTOR:

Innoscience

Innoscience

Somos uma consultoria de inovação e aportamos conhecimento, método e experiências para apoiar as empresas a lucrar com a inovação.