crise-inovacao

Inovação em tempos de crise

Por

Innoscience

dia de de

Recentemente fui convidado a palestrar em uma entidade empresarial sobre o tema inovação em tempos de incerteza (assista aqui à palestra). O objetivo era mobilizar os empresários em relação a oportunidades que podem surgir de momentos em que os consumidores se tornam mais seletivos e criteriosos na escolha dos produtos e serviços.

Historicamente temos vários exemplos de empresas que surgiram ou cresceram em momentos de dificuldades pois souberam trazer propostas de valor alinhadas com o momento econômico. Posso citar alguns casos como a GE, Revlon, Fedex que foram criadas em períodos de recessão, assim como Google e Amazon que aproveitaram as crises para ajustar seus negócios e alavancar seus negócios.

Falando em inovação, algumas dicas podem ajudar a acelerar os resultados em tempos de incerteza econômica:

1) Defina a estratégia de inovação da empresa – É preciso avaliar as áreas mais promissoras para inovar e priorizar os esforços de desenvolvimento. Nesse ponto vale destacar os diferentes tipos de inovação, buscando elementos como design, experiência de consumo, reduções de custo ou ajustes na cadeia de fornecimento. Além disso, nem todos os segmentos dentro de um mercado respondem da mesma forma à crise. Um exemplo atual é o mercado de automóveis, que em média caiu mais de 18% no 1o quadrimestre desse ano mas empresas como Honda e Jeep cresceu mais de 15% no período, tudo por conta de novos produtos lançados na categoria dos utilitários esportivos.

2) Use a filosofia da inovação enxuta – crise é momento de eliminar os desperdícios e aumentar a velocidade dos desenvolvimentos. A filosofia do lean startup virou o mantra de qualquer empreendedor e naturalmente chegou em empresas de todos os portes. O processo de gerar um produto mínimo viável e testa-lo para reduzir as incertezas e fazer os ajustes necessaries o mais rápido possível deve ser o mantra para os empreendedores e intraempreendedores.

3) Busque apoio externo – o conceito de inovação aberta tem várias vantagens entre elas a redução do risco, do prazo e do custo dos desenvolvimentos. Conectar a empresa com startups, fornecedores e universidades requer um esforço de gestão dos parceiros mas pode trazer ótimos resultados para identificação e execução dos projetos inovadores.

4) Busque recursos e auxílio para as iniciativas e projetos – além do orçamento próprio da empresa diversas outras fontes podem complementar o funding necessário para executar os projetos de inovação.

5) Garanta tempo dedicado à inovação – nossa capacidade de inovar está diretamente relacionada ao tempo que dedicamos ao tema. Quanto mais colocarmos a inovação na nossa pauta e da empresa maiores os resultados alcançados. É preciso combinar descoberta, execução e desenvolvimento do negócio.

Artigo publicado originalmente no Portal Administradores.com

Por Felipe Scherer