Indicador de Potencial Inovador

O IPI, Indicador de Potencial Inovador, é uma ferramenta de avaliação desenvolvida pela Innoscience e aplicada com sucesso em milhares de profissionais de empresas inovadoras com o objetivo de identificar o seu perfil como inovador e o nível de desenvolvimento de suas competências para inovar.

Baseado na Teoria de Competências para Inovar desenvolvida pela Innoscience o IPI avalia não apenas as competências mais e menos desenvolvidas mas a predominância das competências em relação as fases da Cadeia de Valor da Inovação.

Veja como você pode utilizar o IPI

Individualmente

  • Descubra seu perfil como inovador
  • Saiba como estão suas competências para inovar
  • Aprenda a desenvolver habilidades de inovação a partir de dicas práticas

Na empresa

  • Ajuda no Recrutamento e Seleção
  • Suporte na formação de times inovadores com base em perfis
  • Avaliação de desempenho de colaboradores ou áreas específicas
Descubra gratuitamente se seu perfil é mais
Idealizador, Refinador, Experimentador ou Executor

Os criadores

Consultores com experiência de consultoria para alta gestão e média gerência, Maximiliano Carlomagno e Felipe Scherer fundaram em 2006 a Innoscience Consultoria em Gestão da Inovação.

Maximiliano Carlomagno

Certificate em Strategy and innovation no MIT/SLOAN, sócio da Innoscience Consultoria em Gestão da Inovação e Mentor na Endeavor.



Felipe Scherer

Consultor empresarial, autor do livro O Time dos Sonhos da Inovação, sócio da Innoscience Consultoria em Gestão da Inovação e Mentor da Endeavor.

A Cadeia de valor da inovação

O IPI se baseia na Cadeia de Valor da Inovação (imagem ao lado) composta pelas quatro fases do processo de inovação (Idealização, Conceituação, Experimentação e Implementação).

Cada uma das sete dimensões (motivação para mudanças, identificação de oportunidades, comportamento em relação a desafios, adaptação durante os projetos, tolerância às incertezas, foco em resultados e gestão de projetos) está associada a uma fase da Cadeia, sendo possível comparar o seu desempenho individual em cada um dos momentos do processo de inovação.

Clique aqui e veja um exemplo de resultado da avaliação de potencial de uma pessoa em executar e gerenciar cada uma das fases da cadeia.

As Sete Competências

O IPI avalia sete competências que influenciam a produtividade do processo de inovação. Conheça cada uma delas abaixo e veja aqui um exemplo de resultado da avaliação conforme as sete competências.

  • 1. Motivação para mudanças:

    Capacidade de estar receptivo, engajar-se e mobilizar terceiros para mudanças no ambiente de trabalho.Pro-atividade, engajamento, mobilização, abertura para o novo, motivação.

  • 2. Identificação de oportunidades:

    Capacidade de captar, interpretar e associar informações a partir de problemas e tendências e transformá-las em oportunidades.Criatividade, associação, questionamento, observação, imaginação.

  • 3. Comportamento com relação a desafios:

    Capacidade de ser persistente e lidar positivamente com dificuldades dos projetos. Capacidade de controle emocional visando minimizar a ansiedade e a frustração inerentes à resolução de problemas.Persistência, confiança, otimismo.

  • 4. Adaptação durante os projetos:

    Capacidade de ser flexível, desenvolver e aceitar novas soluções permitindo adaptações e ajustes nos projetos. Capacidade de negociar com assertividade, ter bom senso e ser ponderado.Flexibilidade, abertura para sugestões, saber ouvir, humildade, resiliência.

  • 5. Tolerância às incertezas:

    Capacidade de gerenciar projetos com alto grau de risco e informações incompletas. Autocontrole emocional, saber lidar com a pressão situacional.Confiança, otimismo, tolerância à ambiguidade, experimentação.

  • 6. Foco em resultados:

    Capacidade de executar atividades com cumprimento de prazos e orçamento com atenção aos detalhes. Manutenção do foco, esforço e motivação para o alcance das metas. Estabelecimento de prioridades. Trabalhar em equipe, saber ouvir, ter empatia nas relações, saber comunicar-se de forma eficaz.Objetividade, execução, concentração, automotivação, flexibilidade.

  • 7. Gestão de projetos:

    Capacidade de analisar, planejar e implementar projetos de forma organizada. Mobilizar outras pessoas e envolvê-las no projeto, identificando e utilizando os recursos individuais e coletivos dos mesmos. Capacidade de resolução de conflitos. Buscar os recursos físicos e materiais necessários para o bom andamento do projeto.Método, organização, análise, relacionamento, mobilização, motivação, liderança, empatia.